Classificação indicativa: 16 anos

O ciclo sobre processos criativos em artes cênicas Crítica em Movimento chega ao seu terceiro ano consecutivo, apresentando espetáculos, debates e oficina de dramaturgia. Participam do evento pesquisadores, artistas e gestores culturais do Brasil e do exterior – Cuba, Paraguai, Chile, Uruguai e Argentina.

O evento acontece entre 10 e 15 de setembro e conta com cinco espetáculos. São eles: Pundonor (dia 12, às 20h), Há Mais Futuro que Passado - Um Documentário de Ficção (dia 13, às 20h), Cartas de Niños (dia 14, às 18h), Nunca Nadie Murió de Amor Excepto Alguien Alguna Vez (dia 14, às 22h) e Violeta Parra – Uma Atuadora (dia 15, às 19h). Mais informações, como sinopses e fichas técnicas dos espetáculos, estão disponíveis na aba Programação.

>> Veja também
Confira as mesas de debate que integram a terceira edição do Crítica em Movimento

O fio condutor desta edição é a percepção do escritor uruguaio Eduardo Galeano de que, após 39 anos do lançamento de As Veias Abertas da América Latina: Cinco Séculos de Pilhagem de um Continente (1971), a obra permanece atual – ainda hoje podemos identificar as consequências da colonização da América Latina. Muitas feridas continuam abertas.

Crítica em Movimento – Veias e Vias Abertas
terça 10 a domingo 15 de setembro de 2019
confira os horários e as classificações indicativas na aba Programação

Entrada gratuita

distribuição de ingressos
público preferencial: uma hora antes do espetáculo | com direito a um acompanhante – ingressos liberados apenas na presença do preferencial e do acompanhante
público não preferencial: uma hora antes do espetáculo | um ingresso por pessoa

Clique aqui para saber mais sobre a distribuição de ingressos.

Veja também

Arte para toda gente

No modo de ver dos gregos antigos, quando a arrogância dos soberanos leva à perda da capacidade d...