Classificação indicativa: Livre

Surgido em Benguela (Angola), cidade das acácias rubras, no ano de 1984, o grupo Bismas das Acácias tem, como base, o folclore para a criação de coreografias que retratam o cotidiano da esfera rural e mantêm vivo o patrimônio cultural do país em questão. Os artistas correm o mundo: já estiveram no Egito, em Portugal e na Suécia, por exemplo. E, agora, trazem seu trabalho para o Itaú Cultural. 

Grupo Bismas das Acácias | foto: divulgação

Intervenção | Bismas das Acácias – Grupo de Benguela
sexta 15 de novembro de 2019
às 16h
calçada do Itaú Cultural (em caso de chuva, no piso térreo)
[duração aproximada: 30 minutos]

[sem distribuição de ingressos]

[livre para todos os públicos]

Atividade gratuita

Veja também