Classificação indicativa: Livre

Quais são as perspectivas para o futuro quando pensamos em política e gestão cultural, economia da cultura e política para as artes? Com o objetivo de debater os desafios presentes em nosso segmento a partir do atual cenário de isolamento social, a série Diálogos Itaú Cultural convida dirigentes e agentes de diferentes áreas de expressão e regiões do Brasil para pensar a cultura em nosso país.

Nesta quarta-feira, 5 de agosto, às 17h, Eduardo Saron, diretor do Itaú Cultural (IC), conversa com Leandro Valiati, professor da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), e Martin Grossmann, docente da Universidade de São Paulo (USP).

  

Leandro Valiati é economista, PhD em Economia do Desenvolvimento e pós-PhD em Indústrias Criativas (Labex-ICCA/Sorbonne-Paris 13). Professor e pesquisador de indústrias criativas e economia da cultura em diversas universidades. Principal e co-investigador em pesquisas acadêmicas internacionais financiadas pelo AHRC (Reino Unido), ESCR (Reino Unido), Ministério da Cultura da França e Newton Funding (Reino Unido). Pesquisador visitante sênior do Global Policy Institute - Queen Mary University of London.

Martin Grossmann é professor titular da Escola de Comunicação e Artes da Universidade de São Paulo (ECA/USP) desde 2006. Sua trajetória acadêmica e cultural na universidade começou em 1985. Co-criador e coordenador do Fórum Permanente, uma plataforma crítica especializada em analisar e discutir a relação entre arte e cultura contemporânea e seus espaços de recepção e interface social, como museus, centros culturais, plataformas virtuais, entre outros. Coordenador acadêmico da cátedra Olavo Setúbal de Arte, Cultura e Ciência da USP, estabelecida no Instituto de Estudos Avançados (IEA) em 2015, onde foi diretor de 2012 a 2016. Antes desses cargos, foi diretor geral do Centro Cultural São Paulo (2006-2010) e vice-diretor do Museu de Arte Contemporânea (MAC-USP) em São Paulo, de 1998 a 2002.

Confira todos os nossos Diálogos aqui.

Veja também