Classificação indicativa: 12 anos

Em 2020, a Banca de Quadrinistas ocorre de forma virtual e é dedicada às mulheres. A mostra Olhares Femininos traz artistas das HQs nacionais contemporâneas em dois lotes – o primeiro está disponível até 19 de outubro, às 12h; o segundo, liberado hoje, 26 de setembro, fica acessível até 29 de outubro, às 12h.

>> Veja o primeiro lote das artistas selecionadas

Confira abaixo os trabalhos de Carol Ito, Diana Salu, Fefê Torquato, Ju Loyola, Lila Cruz, Alice Pereira, Ana Paloma Silva, Bennê Oliveira, Blenda Furtado e Majane Silveira.

Prisões de Dentro, de Carol Ito 

A jornalista e quadrinista Carol Ito visita um presídio no município de Serra, no Espírito Santo, para conversar com homens acusados de agredir e assassinar mulheres.

[classificação indicativa: 12 anos]

Acesse aqui a HQ.

Barragem, de Diana Salu 

Uma personagem percorre em movimento cíclico e cotidiano caminhos que atravessam as linhas dos horizontes ao seu redor.

[livre para todos os públicos]

Estranhos – Ap. 502, de Fefê Torquato  

Um detalhe insignificante como um pedaço de papel fora do lugar pode abalar a rotina de uma pessoa? A partir desse questionamento é desenvolvida esta HQ.

[livre para todos os públicos]

Heart of True Friend, de Ju Loyola

Uma história contada na forma de narrativa visual sem roteiro. Um garoto está jogando videogame quando uma bola vem na sua direção e uma turma a pede de volta. Será que ele irá devolvê-la ou temos um probleminha de comunicação?

[livre para todos os públicos]

Calma! As Feministas Não Querem Te Matar, de Lila Cruz 

Zine sobre tópicos como direitos das mulheres, definição e importância do feminismo e história da exploração das mulheres.

[livre para todos os públicos]

Pequenas Felicidades Trans, de Alice Pereira

Um relato autobiográfico em quadrinhos sobre as dificuldades e as alegrias vivenciadas por uma mulher trans antes, durante e depois de seu processo de transição de gênero.

[classificação indicativa: 12 anos]

Acesse aqui a HQ.

O Presente É Feminista, de Ana Paloma Silva 

Seleção de tiras e charges da autora que abordam o dia a dia de quarentena, o racismo, questões de gênero, a relação consigo mesmo e outros temas cotidianos.

[classificação indicativa: 12 anos]

Acesse aqui a HQ.

Séries Insana e Sentimental, de Bennê Oliveira 

Seleção de tirinhas autobiográficas de uma suburbana levemente insana e completamente sentimental.

[livre para todos os públicos]

Série Nanda a Ver, de Blenda Furtado

Seleção de retratos do cotidiano, explorando questões como identidade, amor próprio, memória, trabalho, espaço pessoal e relações interpessoais.

[livre para todos os públicos]

Umas Potocas em Tirinhas, de Majane Silveira

Pequenas narrativas gráficas. Livres e leves, refletem sobre a vida em sociedade, a empatia, as relações no trabalho, a complexidade e a simplicidade do cotidiano.

[livre para todos os públicos]

Veja também