Realizada por Julia Taunay Perez, Everton Rodrigues Reis e Davi Noboru Nakano – doutoranda, mestrando e professor associado do Departamento de Engenharia de Produção da Escola Politécnica da Universidade de São Paulo (Poli/USP), respectivamente –, a pesquisa Estimador de Bilheteria de Produções Cinematográficas Brasileiras: uma Abordagem do Aprendizado de Máquinas foi contemplada pelo Programa Observatório Itaú Cultural de Pesquisa em Economia da Cultura 2017, na categoria Pesquisa em Andamento.

O estudo pretende entender o mercado cinematográfico nacional e a dificuldade em atrair público mediante a concorrência hollywoodiana – ainda que o fenômeno não seja exclusividade da cena brasileira. Para isso, os três pesquisadores buscaram aplicar técnicas de aprendizagem computacional em uma base de dados composta de filmes lançados e exibidos entre os anos de 2009 e 2016, a partir de diferentes fontes. Foi desenvolvido um modelo preditivo de bilheteria. As variáveis selecionadas foram tempo de projeção, gênero, classificação indicativa, tipo de produtora, tempo de produção, sazonalidade, sequência, salas no lançamento e grau de fama do elenco. 

Para conhecer os resultados e saber mais sobre a pesquisa, acesse as versões em português e inglês.

Veja também

Blockchain e a Economia Criativa | Priscila Wilhelm

A pesquisa Blockchain e a Economia Criativa, produzida pela pesquisadora Priscila Kneipp Barbuy Wilhelm, foi contemplada pelo Programa Observatório Itaú Cultural de Pesquisa em Economia da Cultura 2017, na carteira Pesquisa em Andamento