Classificação indicativa: Livre

Em cartaz entre junho e agosto no Itaú Cultural, a exposição Ainda Há Noite reúne imagens que recorrem às horas noturnas – seja como conceito, seja como cenário – para pensar a América Latina. O percurso conta com obras produzidas por dez artistas e duplas de oito países da região – Argentina, Brasil, Chile, Colômbia, Guatemala, México, Peru e Uruguai –, além da Espanha e do Reino Unido.

Questionando a ideia de que o dia torna as coisas mais claras, enquanto a noite recobre tudo com um véu de sombra e mistério, a mostra sugere que há aspectos das identidades e das realidades latino-americanas que só são revelados ou vistos com mais precisão nas horas em que a luz natural se ausenta. Nas séries apresentadas, são abordados temas como a violência, as cicatrizes dos processos de colonização e os atuais movimentos de negação dos conhecimentos histórico e científico.

Com curadoria de Claudi Carreras e Iatã Cannabrava, a mostra está ligada à quinta edição do Fórum Latino-Americano de Fotografia de São Paulo. Realizado a cada três anos pelo Itaú Cultural, o evento também promove mesas de debate e outras atividades que enfocam a produção fotográfica da América Latina. Saiba mais aqui.

Artistas participantes: Alejandro Chaskielberg (Argentina); Alejandro e Cristóbal Olivares (Chile); Cristina de Middel (Espanha) e Bruno Morais (Brasil); Gihan Tubbeh (Peru); Ignacio Iturrioz (Uruguai); Jorge Panchoaga (Colômbia); Juan Brenner (Guatemala); Kalev Erickson (Reino Unido); Luisa Dörr (Brasil) e Yael Martínez (México).

Confira alguns dos trabalhos que integram a exposição:

Ainda Há Noite
quinta 13 de junho a domingo 11 de agosto de 2019
terça a sexta 9h às 20h [permanência até as 20h30]
sábado, domingo e feriado 11h às 20h

Entrada gratuita

Veja também