Paiol Literário
Mulher de cabelos ondulados e na altura dos ombros aparece de lado, em foto que mostra apenas seu rosto. Ela está séria e atenta. Ao lado do seu rosto aparece o nome do podcast, Paiol Literário.
imagem: Matheus Dias

Ana Paula Maia - Paiol Literário

“Tudo na literatura é uma lente de aumento sobre as coisas. Quando se fala do amor, o amor extrapola. A literatura tem o poder de evocar e trazer um eco muito grande e poderoso”, diz Ana Paula Maia, em episódio do Paiol Literário
Carlos de Brito e Mello é um homem branco, está sorrindo e com um microfone próximo à boca. Ele segura o microfone com a mão direita. A imagem está com um filtro lilás, do podcast Paiol Literário.
imagem: Guilherme Pupo

Carlos de Brito e Mello – Paiol Literário

“A literatura pode produzir uma interrupção da realidade. Um certo estado de suspensão em que as significações correntes, os consensos pouco questionados, o senso comum, tudo isso é suspenso”, disse o participante da vez
Homem negro careca e de bigode e cavanhaque está sorrindo. Ele está de casaco e cachecol.
imagem: Matheus Dias

Paulo Lins – Paiol Literário

“Nós, negros, ainda estamos numa situação de pós-escravidão. Se você não tem uma escola funcionando bem, se você não tem um ensino bom, nunca vai ter igualdade. Porque essa diferença só vai se dar através da educação”, diz Paulo Lins
imagem: Divulgação

Amilcar Bettega – Paiol Literário

“A gente que escreve, que de alguma forma trabalha com literatura, sabe que é praticamente impossível passar um dia sem ler pelo menos uma página, um parágrafo, um fragmento de texto qualquer”