Classificação indicativa: Livre

O décimo programa de música da segunda edição do Festival Arte como Respiro conta com apresentações de Revoredo, Neymar Dias e Thayná Janaina.

O programa fica disponível no dia 27 de setembro, às 20h, e apenas por 24h.

Nascido em Garanhuns (PE), Revoredo é músico, compositor e poeta, além de ser um dos gestores do espaço cultural Aldeia Tear. Em 2020, lança seu primeiro disco, homônimo, com 11 canções autorais e uma pluralidade poética e de ritmos. É ainda autor do livro infantil Dianimal (2018), arte-educador (ministra projetos de musicalização para crianças em escolas e outros espaços), contador de histórias e diretor das peças Luanda Ruanda – Histórias Africanas (2014) e Ayô – Histórias de Griô (2018).

Autodidata e filho de um compositor de música caipira, Neymar Dias começou aprendendo a tocar instrumentos de cordas diversos, como viola caipira, guitarra, violão, baixo elétrico, guitarra havaiana e bandolim. Posteriormente, formou-se em composição e regência pela Faculdade de Artes Alcântara Machado (Faam). Integrou orquestras como a Orquestra Sinfônica da Universidade São Paulo (Osusp) e a Orquestra Experimental de Repertório (OER), e sempre atuou como contrabaixista tanto na música erudita quanto na popular. Tendo, em sua história e memória, uma vastidão de estilos, é também arranjador, compositor e músico de estúdio. Seu primeiro disco, Capim, veio em 2009. Desde então, vieram os seguintes trabalhos: Intervalo (2010), Caminho de Casa (2012), Festa na Roça (2014), em parceria com o acordeonista Toninho Ferragutti, Come Together Project (2015), em homenagem aos Beatles, Neymar Dias Feels Bach (2017) e Minhas Canções Instrumentais (2019). De 2011 a 2013, participou da banda do músico Ivan Lins; de 2015 a 2016, acompanhou a cantora Mônica Salmaso em turnê.

Cantora, compositora, musicista, dramaturga e escritora, Thayná Janaina já estudava música aos 8 anos. Formada em violão popular pelo Centro de Educação Profissional Basileu França, juntou-se aos amigos Leandro Moura e Eduardo Moreira e fizeram o Trio Chambari, cujo repertório vai de samba e música afro até letras autorais. A artista participou dos espetáculos O Fantasma da Ópera e Carmina Burana. Pesquisa sobre musicalidade negra e, em 2017, lançou o CD autoral Raízes de uma Negra.

Este programa integra o Festival Arte como Respiro: Música. Confira a programação completa neste link.

Ficha técnica (de acordo com a ordem das apresentações):

Revoredo
Voz e violão: Revoredo
Edição e imagens: Renan Araújo
Áudio: Efraim Rocha
Direção de arte: Caio Lobo
Produção: Stephany Métodio

Neymar Dias
Voz e viola: Neymar Dias
Filmagem: Neymar Dias
Gravação e mixagem: Neymar Dias
Edição: Thiago Hessel

Thayná Janaina
Cantora: Thayná Janaina
Músico, arranjos e direção musical: Luiz Chaffin

Veja também

Tom Zé, um certo alguém

“Eu sou um pouco disto: o precário”, diz o cantor e compositor Tom Zé na estreia da nova coluna do nosso site: Um Certo Alguém