O poeta, compositor e cantor Arnaldo Antunes fala sobre suas primeiras leituras ainda na infância, revela suas influências literárias, que incluem poetas da música brasileira, e lê poemas de Augusto dos Anjos, João Cabral de Melo Neto e Paulo Leminski, bem como os seus próprios, como “O buraco do espelho”.

Depoimento gravado em outubro de 2008.

Veja também:
>>Augusto 90: revelação-revolução poética, por Arnaldo Antunes
>>Arnaldo Antunes – Ocupação Grupo Corpo 40 Anos (2015)

Pedra de toque é publicado semanalmente, sempre às quartas-feiras. Ouça todos os episódios clicando aqui ou em aplicativos especializados, como o Spotify, no celular ou no computador – basta pesquisar o nome do programa.

ITAÚ CULTURAL

Presidente: Alfredo Setubal
Diretor: Eduardo Saron
Gerente do Núcleo de Audiovisual e Literatura: Claudiney Ferreira
Coordenadora do Núcleo de Audiovisual e Literatura: Kety Fernandes Nassar
Apresentação: Ademir Assunção
Produção audiovisual: Amanda Lopes e Roberta Roque
Som: Cinemática Audiovisual (terceirizada)
Locução: Adriana Braga (terceirizada)
Trilha musical: “The heart knows”, de Idan Balas (Artlist)

O Itaú Cultural integra a Fundação Itaú para Educação e Cultura. Saiba mais em fundacaoitau.org.br.

Imagem do escritor e cantor Arnaldo Antunes com filtro rosa que caracteriza o podcast Pedra de Toque. O logo do programa está ao lado direito da imagem, na cor verde. Abaixo dele, está o logo do Itaú Cultural na cor branca. Arnaldo Antunes é um homem branco, tem cabelos lisos e bagunçados.
Arnaldo Antunes (imagem: divulgação)
Veja também