Uma arara vermelha que viajou pelo mundo chega ao Brasil – bem em meio à pandemia – e nos conta suas memórias, entremeadas de mitos e contos africanos, afro-brasileiros e indígenas. É com essa premissa que se desdobra o espetáculo A Arara de Muitas Cores, com a atriz Lucélia Sergio. O monólogo será exibido de forma virtual nos dias 28 e 29 de novembro, às 15h.

Os ingressos da apresentação estarão disponíveis a partir das 12h de 11 de novembro. Reserve o seu pelos links disponibilizados abaixo. A apresentação ocorrerá na plataforma Zoom.

A Arara de Muitas Cores foi criado a partir do espetáculo Os Coloridos, da companhia Os Crespos, da qual Lucélia é cofundadora. Os Crespos é um coletivo formado por atores negros que realiza pesquisas cênicas e audiovisuais, além de debates e intervenções públicas. Constituído em 2005, já se apresentou em várias regiões do Brasil, assim como na Alemanha e na Espanha.

Lucélia Sergio é também diretora e arte-educadora, formada pela Escola de Arte Dramática da Universidade de São Paul (EAD/USP). Em 2018, fez parte do elenco de peças como Navalha na Carne Negra, com direção de José Fernando Peixoto de Azevedo e, em 2020, codirigiu – com Sidney Santiago Kuanza e Aysha Nascimento – e atuou em Engravidei, Pari Cavalos e Aprendi a Voar sem Asas.

A Arara de Muitas Cores [com interpretação em Libras]
com Lucélia Sergio
sábado 28 e domingo 29 de novembro de 2020
às 15h

on-line – plataforma Zoom

[livre para todos os públicos]

Atividade gratuita

Reserve seu ingresso

sábado 28 de novembro [até 30 minutos antes do início de cada evento (ou até esgotar)]

domingo 29 de novembro [até 30 minutos antes do início de cada evento (ou até esgotar)]

Ficha técnica
Texto: Cidinha da Silva 
Direção e atuação: Lucélia Sergio
Atores criadores: Joyce Barbosa, Lucélia Sergio e Raphael Garcia
Criação musical: Belize Pombal
Músicos: Edu Luz e Ramon Zago
Vídeo: Edu Luz
Transmissão: Ramon Zago
Produção: Rafael Ferro e Ramon Zago

Veja também

Recortes sobre Abdias Nascimento

O educador Edinho Santos fala sobre o dramaturgo, ator, artista plástico e escritor: "O que Abdias ensinou é uma inspiração para minha vida"