132  resultados encontrados
 com a tag  questões indígenas

Quer procurar também na Enciclopédia Itaú Cultural? Clique aqui

 

Navegue também pelo conteúdo do site do projeto Ocupação



Resultados encontrados para


Luciano aparece em close, ele sorri para a câmera.
imagem: Itaú Cultural

Luciano Ariabo Kezo – Mekukradjá

Luciano fala sobre as várias formas de existência da literatura em seu povo e reflete sobre o que seria uma literatura indígena. Além disso, comenta sobre as limitações da análise ocidental sobre as culturas indígenas
Homem indígena olha sério, em foto de close. Ele usa cocar e cavanhaque sem bigode.
imagem: Agência Ophelia

Jaider Esbell – Mekukradjá

"Não há como falar em arte indígena contemporânea sem falar dos indígenas, sem falar do direito à vida e à terra", diz Jaider Esbell em mais um episódio do podcast Mekukradjá
Fabiane Medina Da Cruz é uma mulher de cabelos lisos, usa brincos e colares grandes, está olhando para a câmera sorrindo.
imagem: Agência Ophelia

Fabiane Medina Da Cruz – Mekukradjá

Fabiane Medina da Cruz, mestre em sociologia e doutoranda em ciência política na Unicamp, relata sua trajetória de persistência e resistência com a educação até a formação universitária
Imagem com fundo amarelo mostra o nome Mekukradjá em roxo, com logo do Itaú Cultural embaixo.
imagem: Itaú Cultural

Carlos Papá – Mekukradjá

Líder e cineasta indígena, Carlos Papá Mirim Poty trabalha em produções audiovisuais com o objetivo de fortalecer e valorizar a cultura Guarani Mbya por meio da realização de documentários, filmes e oficinas culturais
Mulher indígena sorri, com o rosto virado para o lado esquerdo e segurando um microfone.
imagem: Agência Ophelia

Anari Braz Bomfim – Mekukradjá

Ouça o depoimento de Anari Braz Bomfim, cuja dissertação foi a primeira a abordar o trabalho empreendido pelo povo Pataxó em torno da retomada de sua língua
Mulher indígena com cabelos longos compridos está sentada, falando ao microfone.
imagem: Guilherme Castoldi

Sandra Benites – Mekukradjá

Mestra em antropologia social no programa de Pós-Graduação do Museu Nacional e da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), Sandra Benites discute a educação escolar a partir da perspectiva da mulher Guarani
Imagem com fundo amarelo mostra o nome Mekukradjá em roxo, com logo do Itaú Cultural embaixo.
imagem: Itaú Cultural

Graça Graúna – Mekukradjá

Escritora e crítica literária, Graça Graúna fala de sua formação intelectual “até botar o pé nessa coisa chamada universidade” e se tornar poeta
Mulher indígena de meia-idade aparece em close na imagem. Ela usa os cabelos lisos na altura dos ombros.
imagem: Agência Ophelia

Darlene Taukane – Mekukradjá

Darlene Yaminalo Taukane, a primeira mulher indígena a receber o título de mestre em educação no Brasil, fala sobre a tradição oral no repasse de conhecimentos
Kamikia Kisedje é um homem indígena jovem. Ele está sério. Seus cabelos são lisos e compridos.
imagem: Agência Ophelia

Kamikia Kisedje – Mekukradjá

Cineasta e fotógrafo, Kamikia Kisedje acompanha o movimento nacional indígena e também questões que envolvem seu povo. Neste podcast, ele fala de sua trajetória, desde a infância até momentos marcantes de seu trabalho
Mulher indígena usa óculos de grau e segura um microfone. A palavra Mekukradjá aparece escrita em laranja perto da sua boca, aplicada à imagem.
imagem: frame de vídeo

Daiara Tukano – Mekukradjá

Daiara Tukano fala das memórias de sua família e de seu povo, de sua relação com a cidade de São Paulo e do “caminho de volta” que deve fazer até sua aldeia
Imagem com fundo amarelo mostra o nome Mekukradjá em roxo, com logo do Itaú Cultural embaixo.
imagem: Itaú Cultural

Johnn Nara Gomes – Mekukradjá

Johnn Nara Gomes, uma das autoras do filme Avy Vera – a Terra do Povo do Raio, fala sobre os conflitos na retomada de terra nas aldeias Guarani-Kaiowá em Mato Grosso do Sul
Marcos Terena é indígena, aparenta ter mais de 60 anos e usa cocar.
imagem: acervo pessoal

Marcos Terena – Mekukradjá

 Marcos Terena conta sobre os direitos dos povos indígenas a partir da narrativa de histórias ouvidas e vividas   Marcos Terena conta sobre os direitos dos povos indígenas a partir da narrativa de história...
Severiá Idioriê é uma mulher indígena, com mais de 60 anos, de cabelos curtos. Ela usa colar indígena.
imagem: Agência Ophelia

Severiá Idioriê – Mekukradjá

A professora Severiá Idioriê, especialista em educação escolar indígena, fala sobre o idioma, a história, a memória, a identidade e os direitos femininos